.
Entrar | Contactos | Dicionário | FLiP.pt | LegiX.pt | Blogue | Loja

sábado, 30 de outubro de 2010

Biblioteca particular de Fernando Pessoa online



A partir deste mês, é possível aceder gratuitamente e online à biblioteca particular de Fernando Pessoa. Os mais de 1000 livros que compõem a biblioteca multilingue do poeta, reunida entre 1898 e 1935, foram digitalizados e podem agora ser consultados, página a página, na biblioteca digital Fernando Pessoa.

Nas palavras da escritora Inês Pedrosa, actual directora da Casa Fernando Pessoa:
«Entendemos que uma biblioteca desta importância devia tornar-se património da humanidade – e não apenas dos que podem deslocar-se a esta Casa onde Fernando Pessoa viveu os últimos quinze anos da sua vida.
[...]
Procurámos tornar acessível e simples a compreensão da biblioteca no seu todo – que está classificada por categorias temáticas – e a consulta de cada livro. Destacámos páginas que incluem manuscritos do próprio Pessoa – ensaios e poemas escritos nas páginas de guarda dos livros.
Trata-se de uma biblioteca aberta ao infinito da interpretação – bela, surpreendente e instigante, como tudo o que Fernando Pessoa criou. Usufruam-na.
»

O processo de digitalização foi levado a cabo por uma equipa internacional de investigadores, no âmbito de uma colaboração entre a Casa Fernando Pessoa e o Centro de Linguística da Universidade de Lisboa.

Para além do acesso aos livros, disponíveis na íntegra em formato PDF e JPG, a biblioteca digital de Fernando Pessoa disponibiliza informação sobre a constituição da biblioteca, sobre as anotações feitas pelo próprio Pessoa, sobre as dedicatórias constantes de alguns volumes ou sobre outros estudos feitos sobre a biblioteca do autor.

A Casa Fernando Pessoa disponibiliza também online a obra poética de Fernando Pessoa e dos seus principais heterónimos, Álvaro de Campos, Ricardo Reis, Alberto Caeiro e Bernardo Soares, aqui.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Priberam Machine Learning Lunch Seminars, o regresso



Depois do sucesso da primeira série de seminários sobre aprendizagem automática (machine learning), propostos pelo investigador André Martins e patrocinados pela Priberam, é já na próxima terça-feira, dia 2 de Novembro, que começa a segunda temporada.

Os seminários decorrem quinzenalmente à terça-feira, às 13h, no campus da Alameda do Instituto Superior Técnico (edifício de pós-graduação, sala PA2), são gratuitos e abertos a todos os que queiram participar (não é necessária inscrição). Mais informação, aqui.

Os interessados podem subscrever a lista de contactos enviando um email para seminarios-mlpb-request@freelists.org com “subscribe” no campo 'Assunto' ou visitando a página da lista em http://www.freelists.org/list/seminarios-mlpb. A discussão relativa à organização dos seminários e calendário das apresentações terá lugar na lista. Todas as sugestões são bem-vindas!

E porque estes seminários também são conhecidos pela qualidade da comida grátis servida aos participantes, aqui fica o menu para a próxima terça-feira:

- panini vegetariano ou focaccia de frango fumado
- mascarpone com framboesa
- sumo natural

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Agenda: Seminário de homenagem a Henrique de Senna Fernandes (1923-2010)

O CETAPS (Centre for English, Translation and Anglo-Portuguese Studies) organiza amanhã, dia 29 de Outubro, a partir das 14h30, na Casa de Macau de Lisboa, um seminário de homenagem a Henrique de Senna Fernandes, falecido este mês. Mais informação sobre o programa aqui.

O escritor e advogado macaense Henrique de Senna Fernandes foi autor de obras como Nam Van, A Trança Feiticeira e Amor e Dedinhos de Pé, tendo estas duas últimas sido adaptadas ao cinema pelas mãos dos realizadores Cai Yuan-Yuan e Luís Filipe Rocha.

Henrique de Senna Fernandes exercia advocacia, mas sempre afirmou serem a escrita e o ensino as suas verdadeiras vocações. Depois da passagem da administração do território macaense para a China, em 1999, decidiu continuar a residir em Macau, onde faleceu no dia 4 deste mês.

Nas suas obras, Senna Fernandes, além do valor literário, deixa aos lexicógrafos abonações para o léxico do português de Macau, algumas delas presentes no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa / Editorial Verbo, 2001).

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Novidades LegiX

O LegiX tem acompanhado ao longo dos tempos as necessidades mais prementes dos profissionais do Direito, concorrendo com os mais variados desafios na área do acesso à informação jurídica, bem como das novas tecnologias.
No cumprimento fiel desse compromisso vão ser apresentados os novos conteúdos e as novas funcionalidades do LegiX.
A apresentação decorre amanhã, dia 27 de Outubro, pelas 10h30, no Hotel da Lapa.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

FLiP na imprensa

A edição de Novembro da revista Exame Informática testou as novas ferramentas ortográficas do Office 2010 em português e comparou com as do FLiP. Eis o resultado:

«A versão do Office 2010 em português abandona as ferramentas de revisão ortográficas do Flip [sic], da portuguesa Priberam, e adota uma própria da Microsoft - mas a Priberam continua a ser responsável pelo corretor sintático integrado. Com a entrada em vigor do Novo Acordo Ortográfico, o português europeu tem alterações. Isto porque há palavras que causam algumas dúvidas à ferramenta da Microsoft. Por exemplo, palavras como “electrónico” são aceites, quando a nova forma correta é eletrónico. E, ao contrário do que acontece quando se trabalha com o Flip [sic], a correção não é feita automaticamente [destacado nosso]. Também há palavras que não são reconhecidas. Por exemplo, “georreferenciação” ou “mangueirada”. E outras que estão incorretas e são aceites. Por exemplo, “água-ardente” (devia ser “aguardente”). Por isso, a alteração da Microsoft para o seu software próprio ainda não é uma aposta ganha. Talvez uma próxima atualização ao Office traga estas alterações. Até lá, se o seu negócio depende de escrever bem o português pós-acordo ortográfico, aconselhamo-lo a investir numa ferramenta melhor [destacado nosso].»

In Exame Informática, nº185, Novembro 2010, p. 62

Agenda: “Língua portuguesa e culturas lusófonas num universo globalizado”

Decorre nos próximos dias 25 e 26 de Outubro, na Fundação Calouste Gulbenkian, o colóquio internacional "Língua portuguesa e culturas lusófonas num universo globalizado".

A União Latina e a Fundação Calouste Gulbenkian organizam este encontro para reflectir sobre o lugar da língua portuguesa no mundo, sobre o seu valor económico e sobre o uso da Internet e das novas tecnologias como forma de divulgação da língua.

De acordo com a informação divulgada pela União Latina, “este colóquio será um fórum de reflexão e de propostas concretas, e abordará os temas que permitam salientar os valores da lusofonia, identificando os pontos fracos a superar, e metas a alcançar. O colóquio contará com personalidades e instituições nacionais e internacionais, decisores políticos e económicos, universitários, editores, criadores e profissionais da comunicação social.”

A inscrição é gratuita e pode ser feita até dia 22 de Outubro.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Lusofonia é...

... ficar sem palavras quando se descobre que, nas últimas 3 horas, foram estes os comentários feitos, no Twitter, sobre a Priberam:

(imagem captada em 20-10-2010)

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Aníbal Pinto de Castro (1938-2010)

Faleceu, no passado dia 8 de Outubro, o catedrático Aníbal Pinto de Castro (1938-2010). Professor jubilado da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, investigador em literatura portuguesa (com vasta obra publicada sobre Padre António Vieira ou Luís de Camões, por exemplo) e sócio efectivo da Academia das Ciências de Lisboa (ACL), Aníbal Pinto de Castro era ainda supervisor científico da equipa que preparava a nova edição do vocabulário da Academia das Ciências de Lisboa.

Esta notícia é divulgada também na página de entrada do site da ACL. O texto da ACL avança, porém, uma informação que carece de comprovação, nomeadamente que o “novo Vocabulário da Língua Portuguesa” foi “publicado em 2009 pela Academia das Ciências de Lisboa”:


(imagem captada em 18-10-2010)
Até à data, são desconhecidas as datas de conclusão e de publicação do vocabulário da ACL.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Lusofonia é...

... descobrir na nuvem das palavras mais pesquisadas do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa algumas das que foram usadas no primeiro debate da segunda volta para as eleições presidenciais brasileiras:

(imagem captada em 11-10-2010)

Lusofonia é também descobrir, via Twitter, que tantos outros descobriram o mesmo:

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Primeiro estranha-se, depois entranha-se

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa tem uma funcionalidade que permite ver o uso de cada palavra no Twitter. Na semana passada, houve uma palavra do dia que foi claramente a estrela maior do nosso firmamento lexical, a julgar pelo número de comentários sobre ela:


O estranhamento inicial foi sincero:

Logo seguido de entusiasmado entranhamento:

Do entranhamento à reflexão e à invenção foi um pequeno passo:


Será caso para dizer que primeiro estranha-se mas come-se e que depois entranha-se e descome-se?






Priberam.pt
.