.
Entrar | Contactos | Dicionário | FLiP.pt | LegiX.pt | Blogue | Loja

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Agenda: Centenário de Vergílio Ferreira

Se eu soubesse a palavra,
a que subjaz aos milhões das que já disse,
a que às vezes se me anuncia num súbito silêncio interior,
a que se inscreve entre as estrelas contempladas pela noite,
a que estremece no fundo de uma angústia sem razão,
a que sinto na presença oblíqua de alguém que não está,
a que assoma ao olhar de uma criança que pela primeira vez interrogou,
a que inaudível se entreouve numa praia deserta no começo do Outono,
a que está antes de uma grande Lua nascer,
a que está atrás de uma porta entreaberta onde não há ninguém,
a que está no olhar de um cão que nos fita a compreender,
a que está numa erva de um caminho onde ninguém passa,
a que está num astro morto onde ninguém foi,
a que está numa pedra quando a olho a sós,
a que está numa cisterna quando me debruço à sua borda,
a que está numa manhã quando ainda nem as aves acordaram,
a que está entre as palavras e não foi nunca uma palavra,
a que está no último olhar de um moribundo, e a vida e o que nela foi fica a uma distância infinita,
a que está no olhar de um cego quando nos fita e resvala por nós,
– se eu soubesse a palavra,
a única, a última,
e pudesse depois ficar em silêncio para sempre…
Vergílio Ferreira, Conta-Corrente 2, 2.ª edição, Amadora: Livraria Bertrand, 1981, pp.64-65.


Celebramos hoje o centenário do nascimento do escritor português Vergílio Ferreira (1916-1996), prémio Camões 1992.

Estão previstas diversas acções comemorativas da efeméride, incluindo dois colóquios internacionais.

O colóquio “Vergílio Ferreira: entre o silêncio e a palavra total” é uma organização conjunta do departamento de Linguística e Literaturas e do departamento de Filosofia da Universidade de Évora, decorre de 29 de Fevereiro a 2 de Março e reúne vários investigadores da obra ficcional e ensaística do autor. 



O colóquio “Vergílio Ferreira – Escrever e Pensar ou O Apelo Invencível da Arte”, organizado em conjunto pelo município de Gouveia e pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, realiza-se de 18 a 19 de Maio, no Porto, e de 20 a 21 de Maio, em Gouveia.



quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Nova Ortografia – Modo de Usar (Brasil)


A Priberam acaba de disponibilizar gratuitamente e online o guia Nova Ortografia – Modo de Usar (Português do Brasil), destinado a todos aqueles que possam ter dúvidas sobre a nova ortografia ou que pretendam começar a aplicar o Acordo Ortográfico de 1990, que recentemente entrou em vigor no Brasil.

Trata-se de um guia resumido sobre o que muda com o novo Acordo Ortográfico na língua portuguesa em uso no Brasil. É de acesso gratuito e está disponível em formato PDF, para que qualquer pessoa o possa consultar, imprimir ou partilhar.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Novo LegiX


Uma versão totalmente nova do LegiX, as bases de dados jurídicas da Priberam que permitem o acesso a legislação, jurisprudência e doutrina nacionais e europeias, estará disponível no mercado a partir da próxima semana. 

Baseada na nuvem e compatível com acessos a partir de qualquer computador ou dispositivo móvel, esta nova versão do LegiX é mais fácil de usar, inclui tecnologia de pesquisa em linguagem natural desenvolvida ao longo das últimas décadas pela Priberam e oferece resultados mais relevantes e de forma mais rápida.

A Priberam, em parceria com a Microsoft, irá realizar uma sessão de apresentação do novo LegiX, no próximo dia 3 de Fevereiro (quarta-feira), no Auditório da Microsoft Portugal, no Parque das Nações, em Lisboa.

AGENDA:
09:30 – Recepção
10:00 – Boas-vindas
10:15 – Apresentação do LegiX

O evento é gratuito mas sujeito a confirmação. O número de lugares é limitado, pelo que os interessados devem reservar lugar até dia 1 de Fevereiro (segunda-feira), pelo telefone 217 817 260 ou enviando um email para eventos@priberam.pt.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Priberam Machine Learning Lunch Seminars (7.ª série)



Ano novo, temporada nova dos Priberam Machine Learning Lunch Seminars

Pelo sétimo ano consecutivo, a Priberam patrocina encontros informais que promovem a divulgação e o debate entre a academia e a indústria em diversas áreas relacionadas com a aprendizagem automática (machine learning, em inglês).  

Os seminários são gratuitos (não é necessária inscrição), realizam-se quinzenalmente, à terça-feira, das 13h às 14h, no campus da Alameda do Instituto Superior Técnico e disponibilizam uma refeição grátis aos participantes. 

Os interessados em fazer apresentações podem declarar a sua disponibilidade aqui ou enviar um email para labs@priberam.pt. Os restantes interessados podem subscrever a lista de contactos ou visitar a página de discussão

Mais informação aqui (em inglês).

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Números de 2015

Dados gerais

No ano de 2015, o site do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa contabilizou mais de 25 milhões de utilizadores e viu o número de acessos aumentar em todos os países da CPLP, à excepção do Brasil. Curiosidade: o maior crescimento registou-se no Quénia, onde o número de acessos mais do que quadruplicou, tornando-se no 11.º país do ranking.

A proveniência dos mais de 25 milhões de consulentes do Dicionário Priberam é diversificada, com o Brasil na liderança, logo seguido de Portugal e dos Estados Unidos da América. Na proveniência por cidades, Lisboa fica à frente de São Paulo e do Rio de Janeiro. Curiosidade: no ranking, a primeira cidade não pertencente a um país da CPLP é Nova Deli, em 56.º lugar, seguida de Madrid, em 60.º, e de Londres, em 62.º.


Figura 1: Proveniência dos utilizadores do Dicionário Priberam por cidade


Verificou-se ainda um aumento de 46% no número de acessos ao Dicionário Priberam a partir de dispositivos móveis (smartphones e tablets), seja directamente ao site, seja através das aplicações do dicionário para Android, iOS e Windows Phone, tendência iniciada no ano anterior.



Palavras mais pesquisadas

A palavra mais pesquisada no Dicionário Priberam em Portugal foi resiliência, logo seguida de indigitar e de paradigma.

Figura 2: Palavras mais pesquisadas no Dicionário Priberam em 2015

Se o elevado número de pesquisas por resiliência se percebe em tempos de austeridade, a busca por indigitar explica-se pelas indigitações de um e, poucas semanas depois, de outro primeiro-ministro em Portugal.

No Brasil, a palavra mais pesquisada no Dicionário Priberam foi igualmente resiliência, seguida de procrastinação e de inerente.

As palavras mais pesquisadas nos restantes países de língua oficial portuguesa incluem pormenorizar, orientação e adenda em Angola; monitorização, instigar e requerer em Cabo Verde; lenda, vimos e baptizado na Guiné-Bissau; fanatismo, enlace e interacção em Moçambique; concomitantemente, leviandade e cantábrico em São Tomé e Príncipe; contra-ordenacional, equídeos e mandatários em Timor-Leste.



O ano de 2015 em palavras

As palavras mais pesquisadas no site do Dicionário Priberam surgem agrupadas diariamente numa “nuvem” visível no lado direito da página da Internet:
Figura 3: Nuvem de palavras mais pesquisadas do dia 24 de Novembro de 2015

A análise dessa nuvem ao longo das semanas e dos meses permite verificar que vários acontecimentos em Portugal, no Brasil e no resto do mundo tiveram impacto nas pesquisas efectuadas no Dicionário Priberam em 2015 (para saber quais, basta clicar nas palavras com hiperligação abaixo).

Em Janeiro, após o atentado terrorista contra o jornal francês Charlie Hebdo, jiadismo destacou-se na nuvem durante várias semanas; em Fevereiro foi a vez de iconoclasta, atributo associado ao então novo ministro das finanças grego Yanis Varoufakis; Março foi mês de pesquisar por babilônia, nome de telenovela estreada nesse mês no Brasil, e por deliberadamente, após a queda de um avião nos Alpes franceses; em Abril, o anúncio das memórias do ex-líder madeirense Alberto João Jardim colocou bilhardice na nuvem e mesma sorte teve xenofobia, na sequência de protestos contra a xenofobia na África do Sul; em Maio destacou-se doleira, no seguimento da investigação policial brasileira Operação Lava Jato; em Junho chegou jajão; em Julho impôs-se pan-americano, devido à realização dos Jogos Pan-Americanos; Agosto foi mês de emigrantes, sobretudo em Portugal; em Setembro, a onda de refugiados sírios na Europa fez disparar novamente as buscas por xenofobia; Outubro foi mês de abstenção e de indigitação (de um primeiro-ministro) por causa dos resultados das eleições legislativas em Portugal; Novembro voltou a ser mês de indigitação (de outro primeiro-ministro), mas também de bataclã, após novo atentado terrorista em Paris, e ainda de grelo, a propósito de um festival do grelo na Galiza que, por erro de tradução automática, foi publicitado como festival do clitóris em espanhol; finalmente, em Dezembro, a nuvem deu destaque ao pedido de impeachment contra a presidente brasileira Dilma Rousseff e à criminalização do piropo com carácter de proposta sexual em Portugal.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Agenda: Língua Portuguesa: Uma Língua de Futuro



Nos próximos dias 2, 3 e 4 decorre em Coimbra o congresso internacional Língua Portuguesa: Uma Língua de Futuro

Organizado pela Universidade de Coimbra, no âmbito das comemorações do seu 725.º aniversário, o evento irá abordar temas como o ensino da língua portuguesa, a sua presença na era digital e na sociedade de informação, as dinâmicas da sua evolução, a sua pluralidade e diversidade, incluindo também eventos culturais.

Informações sobre o programa aqui.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Agenda: Dias do desassossego



Novembro é mês de desassossego: do desassossego de Saramago, que, nascido neste mês há 93 anos, vivia desassossegado e escrevia para desassossegar, e do desassossego de Fernando Pessoa, falecido neste mês há 80 anos. 

Pelo segundo ano consecutivo, a Fundação José Saramago e a Casa Fernando Pessoa unem forças para promover a 3.ª edição dos Dias do Desassossego, em Lisboa. Nas próximas duas semanas, em diversos espaços da cidade, haverá leituras encenadas, teatro, música, cinema, arte urbana, conversas, passeios temáticos e exposições, sempre guiados pelas obras e temáticas dos autores portugueses com os dois pares de óculos mais famosos da língua portuguesa.

Para quem quiser desassossegar(-se), as informações sobre o programa detalhado podem ser consultadas aqui.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Agenda: Ortografia e bom senso


O Instituto de Lexicologia e Lexicografia da Língua Portuguesa, órgão da Academia das Ciências de Lisboa, promove nos próximos dias 9 e 10 um colóquio que irá abordar questões relacionadas com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990. 

A programação detalhada do evento, que terá lugar no salão nobre da Academia das Ciências, pode ser consultada aqui. A entrada é gratuita mas os interessados em participar devem enviar uma mensagem para o endereço illlp@acad-ciencias.pt.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

FLiP 10


A Priberam comemora 20 anos de FLiP, acrónimo de “Ferramentas para a Língua Portuguesa”, com o lançamento do FLiP 10

Nestes 20 anos, a gama FLiP tem vindo a crescer – hoje é constituída por um vasto conjunto de produtos, disponíveis para várias plataformas (Windows, Mac) e aplicações (Office, OpenOffice, LibreOffice, InDesign, Milenium, etc.), tanto para o português europeu como para o português do Brasil – e tem reforçado a sua posição enquanto referência em termos de correcção ortográfica e sintáctica da língua portuguesa.

O FLiP 10 é um conjunto de ferramentas linguísticas de auxílio à escrita em língua portuguesa que inclui correctores sintácticos e estilísticos, correctores ortográficos (com opção de utilização da grafia segundo o Acordo Ortográfico de 1990), conversores para o Acordo Ortográfico de 1990, nove dicionários temáticos, hifenizadores, dicionários de sinónimos, conjugadores de verbos para o português europeu e para o português do Brasil e uma nova edição do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. O FLiP 10 inclui ainda auxiliares de tradução e um editor de texto, bem como correctores ortográficos para francês e italiano e um corrector sintáctico e estilístico para espanhol.

Compatível com o Windows 10, com o Office 2016 e com as versões mais recentes de aplicações da Adobe (como é o caso do InCopy e do InDesign), o FLiP 10 é a primeira versão do programa disponível para compra apenas por download, sendo disponibilizados suportes físicos (CD) somente para Angola e Moçambique.

Esta versão tem igualmente uma edição específica para o mercado brasileiro (FLiP 10 Brasil), onde, pela primeira vez, a Priberam irá permitir o pagamento do programa através de “Boleto Bancário”, um dos mais populares métodos de pagamento utilizados no Brasil.

O FLiP 10 pode ser obtido a partir de www.priberam.pt/store/loja.aspx. O seu preço é de €59,99. O preço para actualização a partir das versões 7, 8 e 9 é de €39,99.

Para mais informações, consulte www.flip.pt





Priberam.pt
.