.
Entrar | Contactos | Dicionário | FLiP.pt | LegiX.pt | Blogue | Loja

terça-feira, 29 de junho de 2010

Acordo na Impre(n)sa

Terminou ontem o processo gradual de adesão das publicações do grupo Impresa ao novo Acordo Ortográfico. Entre outras publicações, as revistas Visão, AutoSport, Exame Informática, Blitz, Caras, Activa, Exame, Surf Portugal e, desde 26 de Junho, o jornal Expresso, respeitam agora as novas regras ortográficas, com a ajuda do FLiP 7, conforme se lê na edição online do jornal:

"Os jornalistas socorrem-se, no computador, do corretor ortográfico Flip7 (da Priberam), que transforma automaticamente a prosa antiga na versão correta. Qualquer saudosismo pré-acordo ou até hábito involuntário é 'sancionado' por este polícia da língua com um sublinhado vermelho no ecrã. Depois os textos passam ainda no crivo final dos copydesks."

Nós preferimos pensar no FLiP, não como um "polícia da língua", mas antes como um guia ou guarda-costas linguístico que nos protege dos ataques imprevistos dos erros.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

O estranho caso da bactéria descrente

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa continha, no verbete vibrião, uma espécie rara de bactéria, como alertou um consulente atento. Após demorada análise microscópica e uma bateria de testes, confirma-se: era gralha (cf. 2ª edição do Novo Dicionário Lello da Língua Portuguesa, Porto: Lello Editores, 1999).

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Sempre a abrir a noite toda, sempre a rock and rollar*

Foi assim a noite de Rock in Law 2010, no passado dia 17 de Junho, na discoteca Gossip, em Lisboa:

Fotografias: João Nogueira

As bandas de advogados em palco surpreenderam novamente pelos seus dotes vocais e musicais mas também pelo repertório, que ia do rock mais pop ao rock, vá, um pouco mais pesadito. Durante o espectáculo foram interpretados êxitos musicais em inglês (dos Muse, Greenday, ou AC/DC, por ex.), em português (de nomes como Doce, José Cid, Da Weasel ou Ornatos Violeta), em espanhol e até em francês (com o tema “Les Cornichons” de Nino Ferrer).

Fosse pela causa solidária, pela música, pela animação ou pela experiência de ver tantos advogados juntos, o público compareceu em maior número do que na edição do Rock in Law 2009. Desta forma se justifica que o montante angariado tenha ascendido aos 41 932 €, quase o dobro do valor do ano passado, a reverter para a construção da Casa Claret, em Setúbal, uma comunidade de inserção para acolher temporariamente pessoas com necessidades de apoio psicológico, económico e social.

“Sempre a abrir a noite toda, sempre a rock and rollar”, há que repetir! E quem sabe se esta letra não se faz ouvir num próximo Rock in Law? Fica aqui a sugestão.

*Mão Morta, “Budapeste”, Mutantes S. 21, 1992

terça-feira, 22 de junho de 2010

A propósito de números

É sabido que Portugal deu ontem 7-0 à Coreia do Norte*. Já a Priberam, mesmo sem cristianos ronaldos, deu mais de 650 000 downloads gratuitos do gadget do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa!

O gadget da Priberam é uma aplicação que permite a consulta rápida do dicionário directamente no Windows ou numa página do Internet Explorer, apenas com um clique. Com mais de 650 000 downloads, o gadget mantém-se assim no 1.º lugar dos seus congéneres em português para o Windows Vista e o Windows 7, estando agora em 79.º lugar dos 8722 gadgets disponíveis em todas as línguas.


* Já agora, que nome dar a uma derrota por 7-0? Heptagoleada, septabada? Aceitam-se sugestões de neologismos.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Priberam Machine Learning Lunch Seminars




Priberam Machine Learning Lunch Seminar
Speaker: João Graça (L2F, INESC-ID)
Venue: IST Alameda, Sala PA2 (Edifício de Pós-Graduação)
Date: Tuesday, June 22th, 2010
Time: 13:00
Lunch will be provided

Title: "Posterior Regularization Framework: Learning Tractable Models
with Intractable Constraints"

Abstract:

Unsupervised Learning of probabilistic structured models presents a
fundamental trade- off between richness of captured constraints and
correlations versus efficiency and tractability of inference. In this
thesis, we propose a new learning framework called Posterior Regulariza-
tion that incorporates side-information into unsupervised estimation in
the form of constraints on the model’s posteriors. The underlying model
remains unchanged, but the learning method changes. During learning, our
method is similar to the EM algorithm, but we solve a problem similar to
Maximum Entropy inside the E-Step to enforce the constraints. We apply
the PR framework to two different large scale tasks: Statistical Word
Alignments and Unsupervised Part of Speech Induction. In the former, we
incorporate two constraints: bijectivity and symme- try. Training using
these constraints produces a significant boost in performance as
measured by both precision and recall against manually annotated
alignments for six language pairs. In the latter we enforce sparsity on
the word tag distribution which is overestimated using the default
training method. Experiments on six languages achieve dramatic
improvements over state-of-the-art results.

Bio: I am currently a 4th year PhD student (with MSc degree) in Computer
Science Engineering at Instituto Superior Técnico, Technical University
of Lisbon and a visiting student at University of Pennsylvania. My
advisors are Luisa Coheur, Fernando Pereira and Ben Taskar.
My main research interests are Machine Learning and Natural Language
Processing. My current focus in on unsupervised learning with high level
supervision in the form of constraints.
I am a proud member of the Spoken Language Systems Lab (L2F) in Lisbon
and of the Penn Research in Machine Learning (PRiML).

sexta-feira, 18 de junho de 2010

José Saramago (1922-2010)

“Sobre a nudez forte da verdade o manto diáfano da fantasia, parece clara a sentença, clara, fechada e conclusa, uma criança será capaz de perceber e ir ao exame repetir sem se enganar, mas essa mesma criança perceberia e repetiria com igual convicção um novo dito, Sobre a nudez forte da fantasia o manto diáfano da verdade, e este dito, sim, dá muito mais que pensar, e saborosamente imaginar, sólida e nua a fantasia, diáfana apenas a verdade, se as sentenças viradas do avesso passarem a ser leis, que mundo faremos com elas, milagre é não endoidecerem os homens de cada vez que abrem a boca para falar.”

José Saramago, O Ano da Morte de Ricardo Reis

terça-feira, 15 de junho de 2010

Rock in Law 2010

No próximo dia 17 de Junho vai realizar-se a segunda edição do Rock in Law com vista a angariar donativos para a Casa Claret - Comunidade de Inserção.

Para quem não se recorda, o Rock in Law conta com a organização e participação de várias sociedades de advogados e respectivas bandas musicais. Tal como na edição de 2009, a Priberam patrocina este evento, por acreditar que esta é uma causa que merece o seu contributo.

Aguarda-se o renovado sucesso do ano anterior! Participem!

Também há quem lhe chame...

Hoje, dia da estreia da equipa portuguesa de balípodo no mundial de bolapé, podíamos dissertar aqui sobre esse grande tema que é o ludopédio, antes de assistirmos à aguardada partida de pedibola. Só não o faremos porque não queremos desviar-nos dos grandes problemas nacionais e internacionais.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Sacudir a água do capote?

Ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, em entrevista à SIC (minutos 51:45 a 52:20), no dia 10 de Junho, sobre os vários vocabulários de língua portuguesa já existentes de acordo com a nova ortografia e sobre a necessidade de um vocabulário oficial:

Eles não têm que ser necessariamente opositores uns dos outros. Todos eles vão contribuir para uma familiarização com a nova grafia e todos eles vão servir para nos posicionarmos nesta nova forma de escrita e darão o seu contributo à sua maneira. Do meu ponto de vista não são antagónicos, são complementares. [...] Pode ser necessário um vocabulário normativo. Mas também pode ser o próprio uso quotidiano que fará a selecção natural.

Ou pode ser que não... Afinal, três dias antes, a ministra declarava à Lusa a intenção de o Estado escolher em Conselho de Ministros o vocabulário que irá usar oficialmente.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Priberam Machine Learning Lunch Seminars

O título deste post já foi usado várias vezes neste mesmo blogue para anunciar os seminários de aprendizagem automática patrocinados pela Priberam, a decorrer quinzenalmente no Instituto Superior Técnico. Hoje é novamente usado, a propósito da notícia publicada no Jornal de Negócios sobre investigação e parcerias internacionais entre universidades e empresas.

Para os mais distraídos, ou para quem só reparou nos propalados almoços grátis (sim, há almoços grátis!), o principal objectivo destes seminários, propostos pelo investigador da Priberam André Martins, é possibilitar um espaço de divulgação e de debate entre a academia e a indústria nas áreas científicas em que operam (aprendizagem automática, processamento de língua natural, robótica, etc.). Para além de contrariar a ideia de que os percursos das universidades e das empresas não se cruzam, esta iniciativa pretende ainda estreitar laços entre os diferentes grupos de investigação. Nem que seja pela partilha de brownies ao almoço.

Deu barraca

Parece que na Austrália também há mercado para o corrector ortográfico do FLiP:


segunda-feira, 7 de junho de 2010

Priberam Machine Learning Lunch Seminars




Priberam Machine Learning Lunch Seminar
Speaker: Matthijs Spaan (ISR)
Venue: IST Alameda, Sala PA2 (Edifício de Pós-Graduação)
Date: Tuesday, June 8th, 2010
Time: 13:00
Lunch will be provided

Title: "Decision-theoretic Planning under Uncertainty for Active Cooperative Perception"

Abstract:

As robots leave research labs to operate more often in human-inhabited, larger environments, cooperation between sensor networks and mobile robots becomes crucial. For example, in urban scenarios, employing mobile robots is a need to augment the limited sensor coverage and improve detection and tracking accuracy. The fusion of sensory information between fixed surveillance cameras and each robot, with the goal of maximizing the amount and quality of perceptual information available to the system can be called cooperative perception. A promising decision-theoretic planning framework for active cooperative perception is that of Partially Observable Markov Decision Processes (POMDPs). The suitability of POMDPs for the previously depicted scenario arises from their ability to inherently trade off task completion, which could be react to a potential event that has been detected, and information gathering in a efficient way, that is decide to send a robot to improve situational awareness. In this talk we will discuss how planning under uncertainty can be applied to active cooperative perception problems.

--

Bio: Matthijs Spaan received a M.Sc. (2002) in AI and a Ph.D. (2006) in CS from the Universiteit van Amsterdam, The Netherlands. Currently he is a research scientist at the Institute for Systems and Robotics, Instituto Superior Técnico, Lisbon, Portugal, and he is the principal investigator of a national project on "Decentralized Planning Under Uncertainty for Cooperative Systems". His thesis was on "Approximate planning under uncertainty in partially observable environments" and was selected as a runner-up for EURON's 7th Georges Giralt PhD Award. His scientific interests are in planning under uncertainty, sequential decision making, autonomous robots, cooperative multiagent/multi-robot systems, (decentralized) partially observable Markov decision processes (POMDPs/Dec-POMDPs), reinforcement learning, machine learning and AI in general.

Acordar ou não acordar?

No dia em que o Correio da Manhã noticia que o grupo Impresa vai adoptar o Acordo Ortográfico (AO) de 1990 a partir de amanhã, dia 8 de Junho, num processo gradual que irá abranger todas as suas publicações até ao final do mês, o Diário Digital dá conta da convocação de uma manifestação de protesto contra o AO, hoje, em frente ao Palácio Nacional da Ajuda.

É de referir que a principal agência noticiosa portuguesa, a Lusa, adoptou o AO no início deste ano.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Quentes e boas!

Três meses depois do seu lançamento, e depois de rapidamente ter ascendido ao top das aplicações gratuitas mais transferidas, poderia dizer-se que a aplicação do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa para iPhone e iPod touch já não é propriamente quente. Mas é com certeza boa, pois continua em destaque, agora na secção “What’s Hot” da AppStore!







Priberam.pt
.