.
Entrar | Contactos | Dicionário | FLiP.pt | LegiX.pt | Blogue | Loja

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Números de 2014

Em 2014, o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa recebeu mais de 70 milhões de visitas de consulentes das mais diversas proveniências, com a liderança a pertencer ao Brasil, logo seguido de Portugal e dos Estados Unidos da América. Ao todo, houve mais de 200 milhões de visualizações de páginas do Dicionário Priberam.

Relativamente ao ano anterior, a principal diferença quanto ao número de visitas e de visitantes reside no aumento substancial do número de acessos a partir de dispositivos móveis (smartphones e tablets), seja directamente ao site, seja através das aplicações do dicionário para Android, iOS e Windows Phone.

A palavra mais pesquisada no Dicionário Priberam em Portugal foi epígrafe, seguida de resiliência e de paradigma, como se pode ver na figura 1 abaixo.

Figura 1: As dez palavras mais pesquisadas (Portugal)


No Brasil, a palavra mais pesquisada no Dicionário Priberam foi rebu, seguida de ressabiado e de ascensão, como se pode ver na figura 2 abaixo.

Figura 2: As dez palavras mais pesquisadas (Brasil)

As palavras mais pesquisadas nos restantes países de língua oficial portuguesa incluem varonil, extinguiu e acutilante em Angola; desdobrável, biela e migrações em Cabo Verde; formal, multidão e circular na Guiné-Bissau; fanatismo, dezassete e colmo em Moçambique; administrativo, biodegradável e retidão em São Tomé e Príncipe; solicitar, corolário e amável em Timor-Leste.

No cômputo geral, e sem olhar a proveniências geográficas, as palavras mais pesquisadas foram resiliência, rebu e paradigma, como se pode ver na figura 3 abaixo. 

Figura 3: As dez palavras mais pesquisadas (geral)

Se o elevado número de pesquisas por resiliência se percebe em tempos de crise, a busca por rebu explica-se pela difusão da novela brasileira intitulada “O Rebu”, estreada em Portugal e no Brasil em Julho. 

Outros acontecimentos tiveram impacto nas pesquisas efectuadas no Dicionário Priberam (para saber quais, basta clicar nas palavras com hiperligação abaixo). Entre muitas outras, Janeiro foi mês de pesquisas por câmara-ardente, a propósito da morte do futebolista Eusébio; Fevereiro foi mês de pesquisar por consanguinidade, devido ao abate de uma girafa num zoo dinamarquês; Março foi mês de pesquisar por coadoção (em Portugal) e por fulecar (no Brasil); Abril viu disparar as pesquisas por estuprada após o surgimento da campanha #eunãomereçoserestuprada no Brasil; Maio foi mês de pesquisar por dogma, depois de o Papa Francisco se ter pronunciado sobre o celibato; em Junho chegaram as buscas por malévola, título de um filme da Disney no Brasil, e começaram as buscas incessantes por rebu; Julho foi o mês do Mundial de Futebol e as buscas por tetracampeão chegam depois da derrota do Brasil frente à Alemanha; Agosto foi mês de pesquisar por vários termos decorrentes do debate entre os candidatos às eleições presidenciais brasileiras, como fulanizar, paliativo ou criacionismo; a aprovação de uma lei mexicana contra a transfobia aumentou as pesquisas pelo termo em Setembro; em Outubro um episódio de um reality show português fez crescer as buscas por ósculo e por oscular; Novembro teve Dia da Consciência Negra no Brasil e subida das buscas por afro-brasileiro; Dezembro viu chegar o Natal e com ele a busca por termos da época, como advento, consoada ou próspero.

Figura 4: Os dez erros ortográficos mais pesquisados (geral)

Por fim, e porque o Dicionário Priberam é muitas vezes utilizado para saber como se escreve uma palavra da qual até se conhece o significado, os erros mais frequentemente pesquisados foram *concerteza (com certeza), *erradiação (irradiação) e *compania (companhia), como se pode ver na figura 4 acima.

1 comentário:






Priberam.pt
.