.
Entrar | Contactos | Dicionário | FLiP.pt | LegiX.pt | Blogue | Loja

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

FLiP na imprensa

A edição de Novembro da revista Exame Informática testou as novas ferramentas ortográficas do Office 2010 em português e comparou com as do FLiP. Eis o resultado:

«A versão do Office 2010 em português abandona as ferramentas de revisão ortográficas do Flip [sic], da portuguesa Priberam, e adota uma própria da Microsoft - mas a Priberam continua a ser responsável pelo corretor sintático integrado. Com a entrada em vigor do Novo Acordo Ortográfico, o português europeu tem alterações. Isto porque há palavras que causam algumas dúvidas à ferramenta da Microsoft. Por exemplo, palavras como “electrónico” são aceites, quando a nova forma correta é eletrónico. E, ao contrário do que acontece quando se trabalha com o Flip [sic], a correção não é feita automaticamente [destacado nosso]. Também há palavras que não são reconhecidas. Por exemplo, “georreferenciação” ou “mangueirada”. E outras que estão incorretas e são aceites. Por exemplo, “água-ardente” (devia ser “aguardente”). Por isso, a alteração da Microsoft para o seu software próprio ainda não é uma aposta ganha. Talvez uma próxima atualização ao Office traga estas alterações. Até lá, se o seu negócio depende de escrever bem o português pós-acordo ortográfico, aconselhamo-lo a investir numa ferramenta melhor [destacado nosso].»

In Exame Informática, nº185, Novembro 2010, p. 62

Sem comentários:

Enviar um comentário






Priberam.pt
.